terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Leite Creme


Vontade incontrolável de comer leite creme. Isso mesmo, de leite creme.

Toda a gente só fala sobre (e come) o pastel de nata. Mas e o leite creme?

Leite creme é a minha sobremesa favorita. Talvez porque somos parecidas: simples, suaves e discretas.

Minha amiga Letícia que veio de Londres conhecer Lisboa, comparou o leite creme ao crème brûlée. Concordo com ela. Considero isso até um elogio ao leite creme.

Também fala-se do travesseiro da Periquita, das queijadas de Sintra e do mais famoso de todos os doces portugueses, o pastel de Belém. Adoro todos eles e senti muitas saudades quando pensei que não poderia comê-los por um bom tempo.

Mas saudades, saudades mesmo, eu senti de Água das Pedras, Compal de pêra, do vinho verde Muralhas, do vinho tinto Borba e do eléctrico 28.

Estava aqui partilhando minhas saudades gastronómicas e me veio o eléctrico 28. Talvez porque ele mata uma outra fome minha, a fome de ver gente e observar o turismo em plena acção.

2 comentários:

  1. Não sei como é feito o creme brulé que quer dizer creme queimado, ou se preferir, tostado mas o leite creme é também brulé por isso fica com esta cor à superfície. Se calhar são irmãos gémeos.

    ResponderExcluir
  2. O leite creme só é queimado no final ,ou seja pode-se optar com ele queimado ao momento com uma camada fina de açúcar que depois é queimado com um ferro em brasa ,daí ter este aspecto!

    ResponderExcluir

Os mais lidos