quarta-feira, 2 de março de 2011

Cinco passos essenciais ao utilizar o Transporte Público (lotado)


Sou fã do transporte público de Lisboa. Os autocarros (ônibus) amarelos da Carris são uma beleza. Os autocarros da Vimeca também são bons comparados a outras cidades.

Estão quase sempre vazios, você pode entrar, sentar e ir viajando nas ruas da cidades. 

O metro também é excelente, nunca está lotado. O comboio (trem) também é suave, mas na hora de pico, enche um pouco. 

E foi dentro do comboio da linha de Sintra que me dei conta que, por nunca ficar lotado (nota: sou da cidade que possui um dos metros mais lotados do mundo), o povo da Terra dos Bules que Babam nem percebe que está a ocupar um espaço, digamos, um pouco maior do que o necessário.

Pensando no próximo, que está bem próximo do seu corpinho nesses raros momentos, listo abaixo algumas atitudes que o paulistano já tem por instinto.

Vamos aos cinco passos essenciais para andar em transporte lotado:

1. Abra os olhos e veja quantas pessoas estão ao seu redor: atenção, não é só a frente. É frente, lados, atrás, para cima (no meu caso) e para baixo (no caso das pessoas normais).
2. Ajuste seus auriculares ao ambiente. Ninguém é obrigado a ouvir sua música favorita de Kizomba.
3. Segure sua mochila a frente do corpo com suas mãos (não vale pendurar na barriga, espertinho). Mochila, bolsa, sacolas e todo tipo de objecto que pode ocupar o lugar de outrem.
4. Atenção com sua carteira. Com tanta gente coladinha em você, é muito fácil sua carteira sair passeando por aí e você nem perceber.
5. Aproxime-se da porta somente e unicamente minutos antes de chegar a hora de desembarcar. Ficar na porta atrapalhando quem precisa descer é o fim da picada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os mais lidos