terça-feira, 22 de março de 2011

A Rolha

Sempre chamou-me atenção na casa de amigos e alguns restaurante mais badalados a presença de vasos com rolhas dentro. Sempre achei aquilo um luxo!

Para quem não sabe, as rolhas são feitas de cortiça, um material obtido de uma árvore nobre chamada sobreiro. 
O sobreiro só cresce em regiões mediterrânicas como Espanha, Itália, França e Portugal. Sendo Portugal responsável por mais de 50% da produção mundial de cortiça.

Fiquei encantada com o sobreiro e com o processo de extração da cortiça. Ela só pode ser extraída de 9 em 9 anos!
Por ser leve, impermeável, isolante térmico, acústico, entre outros atributos,  a cortiça é usada para muitos outros fins, além da rolha presente nos vinhos e nos vasinhos que adoro. Moda, decoração e materiais de construção mostram na prática a versatilidade deste material. E o mais bacana: é reciclável, biodegradável e cem por cento natural.

A Associação Portuguesa de Cortiça tem um site informativo, com mais detalhes sobre a cortiça, sobreiros e afins. E se gostar de museus, tem um só para a cortiça.



Em Lisboa é possível encontrar muitas lojas, principalmente de souvenirs, a vender peças como as da foto acima. A Pelcor é uma das mais sérias representantes nesse mercado.

Depois que descobri que aquelas respeitosas árvores podem viver até 200 anos e que é preciso aguardar uns 30 anos para extrair a primeira camada de cortiça, tenho muito mais admiração pelos sobreiros e mais carinho com as rolhas dos vinhos que bebo. 
Além de guardá-las todas, em meu vasinho. 
Que é puro luxo!






Um comentário:

Os mais lidos