domingo, 15 de maio de 2011

So much trouble in the world.

Ontem acordei desanimada. Minha esperança ficou abalada, mas só por instantes.
Desanimei com os debates políticos que assisti, com as dificuldades que nos esperam, com a mentalidade que existe em algumas pessoas desta sociedade.
Mas logo me lembraram que apesar de tudo de mal que está por vir e de todo esse pessimismo/realismo/terrorismo psicológico que fazem em nossas mentes, através dos jornais e da televisão, ainda sim, é preciso lembrar que Portugal continua sendo um país muito melhor que muitos por aí.

Tudo bem, ainda tem muita gente que compra roupa e deixa suas novas peças mofando dentro do roupeiro com etiqueta e tudo.
Ainda tem muita gente com dois telemóveis, dois carros e com dois empréstimos a serem pagos,  dívidas no talho da esquina, na lavanderia, enfim...
Ainda há pessoas que vivem num mundo a parte, da aparência, do efémero, e nada fazem para esse país melhorar.

O que me dá esperança é que isso vai mudar, por vontade própria ou por imposição da evolução dos tempos. Não dá para continuar a consumirmos mais do que produzimos. 
Essa é a realidade aqui e em todo o mundo.

Mas a realidade daqui é muito diferente de muitos lugares no mundo. Não vou citar número nem índices diversos. Vou descrever o que vivo no dia-a-dia.
Ainda não há violência, assaltos, sequestros. Ainda não há fome, pobreza extrema. Ainda não há guerras por aqui; nem tornados, tsunamis ou enchentes.
E isso é para ser celebrado e para termos esperança que mesmo com todas as previsões negativas, não está tão longe assim de voltar a ser o país dos sonhos de muitos cidadãos do mundo.

Corrupção? Existe. Gente de má fé? Existe. Gananciosos, egoístas e inescrupulosos. Existem, e muitos!
Mas há gente de bem, gente forte, trabalhadora, honesta. Que pensa no próximo. Gente que já comeu só batata e sobreviveu. Gente que foi para fora e voltou. Que ama Portugal.

O que será dos próximos anos? O que vai ser do nosso amanhã? Como pagar as contas de hoje?
Dúvidas de todos nós. Que dia após dia, vamos encontrar as respostas e sobreviver.
Ou melhor, e viver.
Com as lições dos erros do passado e de mãos dadas com o futuro.
Felizes pelo o que temos e cheios de humildade para aprender e superar tudo isso. 



Ontem, o Bob Marley estava em todo lado, afinal, 30 anos depois de sua morte, ele continua vivo em todos os cantos do mundo.
E uma das suas músicas me ajudou a recuperar a esperança e dar-me força e coragem para superar as adversidades e seguir em frente.
Segue a letra traduzida logo abaixo do vídeo.






So much trouble in the world
So much trouble in the world

Bless my eyes this morning
Jah sun is on the rise once again
The way earthly thin's are goin'
Anything can happen.

You see men sailing on their ego trips,
Blast off on their space ships,
Million miles from reality:
No care for you, no care for me.


So much trouble in the world;
So much trouble in the world.
All you gotta do: Give a little (give a little),
take a little (take a little), give a little (give a little)!
One more time, ye-ah! (give a little) Ye-ah! (take a little)
Ye-ah! (give a little) Yeah!

So you think you've found the solution,
But it's just another illusion!
(So before you check out this tide),
Don't leave another cornerstone
Standing there behind, eh-eh-eh-eh!
We've got to face the day;
(Ooh) Ooh-wee, come what may:
We the street people talkin',
Yeah, we the people strugglin'.

Now they sitting on a time bomb; (Bomb-bomb-bomb! Bomb-bomb-bomb!)
Now I know the time has come: (Bomb-bomb-bomb! Bomb-bomb-bomb!)
What goes on up is coming on down, (Bomb-bomb-bomb! Bomb-bomb-bomb!)
Goes around and comes around. (Bomb-bomb-bomb! Bomb-bomb-bomb!)

So much trouble in the world;
So much trouble in the world;
So much trouble in the world.
There is so much trouble (so much trouble in the world);
There is so much trouble;
There is so much trouble (so much in the world);

There is so much trouble;
There is so much trouble in the world (so much trouble in the world);
There is (so much in the world);
(So much trouble in the world)



Tanto problema no mundo.
Tanto problema no mundo.

Abençoe meus olhos esta manhã
O sol está no amanhecer de novo mais uma vez.
O jeito que as coisas estão acontecendo
Tudo pode acontecer.

Se vê homens navegando em suas viagens egóicas
Lançados em suas naves espaciais,
Millhões de milhas da realidade:
Ninguém se importa por você, ninguém se importa por mim.


Tanto problema no mundo.
Tanto problema no mundo.
Tudo que você tem a fazer é: dê um pouco (dê um pouco)
Dê um pouco (dê um pouco), dê um pouco 
(dê um pouco)!
Uma vez mais, ye-ah! (dê um pouco) ye-ah! 
(dê um pouco)
Ye-ah! (dê um pouco) yeah!

Então você acha que encontrou a solução,
Mas é apenas outra ilusão!
(então antes de checar essa maré),
Não deixe outra curva
ficar para trás, eh-eh-eh-eh!
Nós temos de enfrentar o dia;
(ooh) ooh-wee, venha o que vier:
Nós as pessoas da rua conversando,
Yeah, nós as pessoas lutando.

Agora sentam-se em uma bomba relógio; (bomb-bomb-bomb! bomb-bomb-bomb!)
Agora eu sei que a hora chegou: (bomb-bomb-bomb! bomb-bomb-bomb!)
O que vai está voltando, (bomb-bomb-bomb! bomb-bomb-bomb!)
Vai e volta.
(bomb-bomb-bomb! bomb-bomb-bomb!)

Tanto problema no mundo;
Tanto problema no mundo;
Tanto problema no mundo.
Há tanto problema no mundo
(tanto no mundo);
Tanto problema no mundo;
Há tanto problema no mundo
(tanto no mundo);

Há tanto problema;
Há tanto problema no mundo (tanto problema no mundo);
Há (tanto no mundo);
(tanto problema no mundo)

2 comentários:

  1. Linda a música. Bob Marley é para mim, senão o maior, um dos maiores apologista daquilo que sonho que o mundo pode vir a ser. Lembro-me de, embalado pela marijuana, viajava na música e o meu coração dizia, porque meu cérebro não entendi as letras, eu não sabia inglês, que aquela era uma utopia possível e que havia de lutar. Devo muito do meu humanismo às emoções que sua música me trazia.
    Quanto a natureza não estamos seguros do que ela pode fazer a qualquer momento. Eu não fico estarrecido com o que ela produz com sua força quando se resolve manifestar. Acho que os fenómenos naturais, pela devastação que costuma provocar mostra-nos o quão frágeis somos. Os arrogantes pensam em como se proteger e o demais em como consruir esta utopia na qual eu, pelo menos, aredito. Yeah! Positiv vibrations! Jah live

    ResponderExcluir
  2. Terrorismo apocalíptico jornalístico.
    Jornais e televisões pertencentes a grandes grupos económicos...Devemos continuar a trabalhar e a acreditar que o futuro só pode e vai ser melhor, mesmo que custe. Sem dificuldades isto não tinha graça, verdade?

    ResponderExcluir

Os mais lidos