quarta-feira, 18 de abril de 2012

O clássico bolo de Portugal. A história do pão de ló.

Criado nos conventos portugueses, cruzou fronteiras, chegou até o Japão e pode ser considerado o bolo mais tradicional da doçaria portuguesa. Com sua simplicidade, sabe-se que conquistou paladares antes mesmo do século XVIII.  Algumas cidades são famosas por seu pão de ló, como Ovar,  Alfeizeirão e Margaride.

O pão de ló é muito querido pelos portugueses (e por mim também), existindo por esse país afora, museu, festas e até uma confraria  gastronómica. O bolo simples, feito de farinha, açúcar e ovos, muitos ovos, leva claras fofinhas que são as responsáveis pela massa levíssima do bolo e justificam o termo "ló", que dá nome à receita. Ló, para quem não sabe, é um tecido finíssimo e delicado. E se os portugueses levam os parabéns pelos deliciosos bolos com nome de pão, por esse mundo além mar existem algumas receitas que fazem lembrar algo que só os portugueses com sua vocação para fazer deliciosos doces poderiam criar. Pode ser chamado de Sponge Cake na culinária da Inglaterra e dos Estados Unidos, na Itália chama Pan di Spagna e no Japão Kasutera ou Castella. Mas tenho certeza que o verdadeiro pão de ló, só em Portugal mesmo.
Para ficar com água na boca…






Ficou curioso e quer ir mais a fundo na história do pão de ló, é só clicar nestes links:
Doces Regionais – História do Pão de Ló de Alfeizeirão
Pão de Ló de Margaride
História do Pão de Ló de Ovar
Confraria Gastronómica do Pão de Ló Tradicional



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os mais lidos