Mais a fundo

terça-feira, 3 de abril de 2012

A Páscoa em Portugal. Você já comeu um folar?

Você já comeu um folar?


O folar é o bolo da Páscoa em Portugal. Existem em Portugal diferentes espécies de folares, consoante a região. O mais corrente e divulgado é um bolo em massa seca, doce e ligada, feita com farinha trigo, ovos, leite, banha ou pingue, açúcar e fermento e condimentado com canela e ervas aromáticas

Mas de norte a sul ele é diferente. Em Trás-os-Montes o folar leva chouriça, frango e presunto na sua massa. Nas Beiras e na Estremadura é uma fogaça propriamente dita, que ostenta um ou dois ovos cozidos, podendo estes ser coloridos ou não. Na zona do Alto Alentejo (Castelo de Vide, Portalegre, Marvão) o folar é feito em forma de lagarto, estando o ovo cozido escondido na cabeça do lagarto.
O folar é o bolo que se oferecia e se comia no dia de Páscoa, data em que a permissão da carne voltava à mesa, habitualmente apresentada com cabrito assado. O ovo, símbolo da abastança foi integrado dentro do bolo, para mostrar que aquela oferenda era rica e digna de ser respeitada. Além de ser uma celebração religiosa, a Páscoa é um dia especial para os padrinhos e madrinhas portugueses. A tradição diz que eles devem dar de presente aos seus afilhados o folar.

Mas e o chocolate?

O chocolate é presente na Páscoa em Portugal, assim como no Brasil. Entretanto, os ovos de Páscoa que invadem os supermercados brasileiros aparecem de forma um pouco mais tímida no comércio português e a tradição das amêndoas cobertas de chocolate ainda é mais presente.

Elas são encontradas assim como na foto acima ou de várias cores.
E vou te contar, são uma delícia.



* Esse artigo também foi publicado no Sair do Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os mais lidos