segunda-feira, 28 de maio de 2012

O Barquinho.

"Nem tanto ao mar, nem tanto à terra."
É a minha expressão portuguesa favorita. Por quê?
Porque me lembra todos os dias que temos que viver em harmonia e tentar encontrar o equilíbrio e a ponderação nas mais diversas situações.
E com esse céu azul que só Lisboa tem, essa luz divinal e o calor que chega para aquecer nossos corações, lembrei dessa música para um fim de tarde como o de hoje.



Escolhi esse vídeo porque Maysa diz que artista e ser humano é a mesma coisa. 
A vida mostra que somos todos artistas, afinal, é preciso de muito talento e versatilidade para vencer os dias de hoje. E sei que todos temos nosso lado artista, é só deixar ele aparecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os mais lidos